Galeria
1

11 meses e outras delícias

fofurice e lambança Gente, a fase de ouro chegou!!! Só não é mais dourada porque o sono da Carolina mesmo com toda rotina, homeopatia, camomila, amor, cama compartilhada, etc etc etc ainda é meio cagado. Mas que é uma fase deliciosa…ah! isso é!

Digo isso porque aconteceram muitas novidades agora no final do mês. Vamos lá:

  • Ela começou a ENTENDER os comandos. Antes ela batia palminhas quando via a gente bater ou quando tocava alguma música que ela gostava. Agora, é só a gente pedir ou cantar os parabéns, que ela bate. Se a gente pede para dar tchau, ou se só fala a palavra, ela dá. Se a gente pede para mandar beijos, ela manda. E por aí vai. E o mais engraçado é que foi de um dia para outro. Eu sempre pedia e ela nem tchum. Só imitava e mesmo assim quando dava na telha. Daí, do nada, eu pedi uma série de coisas e ela atendeu todas. Fiquei chocada e paralisada de tanta vontade de agarrar, abraçar, beijar… parecia até que ela tinha ganhado um Nobel. rsrs
  • Ela aprendeu a dançar. Quando começa a tocar alguma música mais animada, ela começa a sacolejar a bundinha que é uma graça só.
  • Ela agora fala algumas palavrinhas. A palavra preferida é “dá”, sem dúvida alguma. Ela quer TUDO que vê. Mas já saiu também “eche” (esse) e “tex” (três), “aô” (alô) e “papa” (serve pro pai e pra comida).
  • AMA falar num telefone. Ela fala “Aô papai” para o celular, controle remoto e qualquer objeto que seja retangular.
  • Fica de pé apoiada nos móveis com bastante firmeza, e consegue escalar alguns.
  • Continua boa de boca e já consegue comer uma banana inteira sozinha se a gente der inteira na sua mão. Ela bota os 5 dentinhos para trabalhar.
  • Falar nisso, agora são 6. Tem 3 em cima e 3 embaixo.
  • Adora comer sozinha biscoitos. E já aprendeu a usar a colher. Leva até a boca e depois tenta pegar do pratinho (nem sempre com sucesso, é claro).
  • Seus brinquedos preferidos são uns cubos de empilhar que a tia Ju deu e umas argolas de encaixar que a mamãe deu.
  • ADORA tirar coisas e encaixar, guardar…
  • Fica frustradíssima quando não consegue.
  • Seu sonho é que a mamãe deixe ela enfiar o dedo na tomada ou deixe chupar a ponta do carregador do celular.
  • Gosta muito de “ler” os seus livrinhos e qualquer revista que caia em suas mãos. Ela não tenta rasgar, não! Ela fica passando as páginas e falando seu dadadá.
  • Começou a cantar sozinha de vez em quando.
  • Aprendeu os gestos da música do pintinho amarelinho.
  • Chora desesperada se vê a vovó Rô e ela não a pega no colo. E é só ouvir a voz dela, que sai engatinhando desesperada atrás. Sai até do colo da mamãe!
  • Parou mesmo de mamar no peito. Resolveu que não queria mais e pronto. Fiquei triste, mas tudo bem. O importante é que fomos até onde ela quis.
  • Seu cabelo está mais cheinho mas ainda não dá pra fazer um corte.
  • Ficou doente pela primeira vez: teve uma laringite meio chatinha que não chegou a dar febre mas que atrapalhou o sono por alguns dias e uma crise de alergia por picada de pernilongo. Ainda bem que nosso Dr é fácil de ser achado e resolveu rapidinho. 🙂
  • Está comendo praticamente de tudo. Só não come doces, mel, peixe, morango e Kiwi. O resto manda ver.
  • As vezes pega sua escova de cabelo e fica tentando passar no seu cabelo e no nosso.
  • Ama dar comida na nossa boca. De preferência alguma que ela já tenha babado bastante antes.

Não disse que tinha um monte de novidades? Esse mês foi de muitas fofices e descobertas. Acho que foi o melhor até agora! Quanto mais eles entendem e respondem aos nossos estímulos, mais a gente vai ficando apaixonado! Claro que continua trabalhosíssimo, pois agora ela está tal qual uma funkeira e só quer “chão, chão, chão”, mas as fofices compensam tudo!