6

10 Coisas Que Você Não Deve Dizer A Uma Recém Mãe

1. Nossa, mas ele é a CARA do pai/sogra/padeiro/rapaz da net, não tem NADA seu
A gente ficou 9 meses com a cria na barriga, teve incontinência urinária no final da gestação, pariu, chorou dando mamá… e aí vocês acham que é ok a criança não ter NADA parecido com a gente? Não é possível! Alguma coisinha tem que ter! Nem que seja a unha do mindinho ou o branco dos olhos. Se você realmente não conseguir identificar nenhuma semelhança com a mãe, tenha piedade e minta. Ela vai te amar mais. Juro.

2. Acho que ele está com frio/calor/fome/sono/cólica
Já é difícil pra cacete identificar os motivos do choro do bebê no início, quando você e ele ainda não estão muito habituados a se comunicar. Tudo piora muito se alguém resolver palpitar. A gente já se cobra horrores, não é preciso que alguém tente mostrar que a gente é incompetente. Desculpem, mas é o que fica parecendo.

3. Você pode comer/beber isso amamentando? (com a sobrancelha levantada e olhar de reprovação)
Se eu não pudesse comer, eu teria avisado a você ou ao dono da casa e NÃO estaria comendo. Não sou louca, né?

4. O seu bebê ainda não salta/anda/fala klingon? Meu filho/sobrinho com essa idade já andava de bicicleta e falava javanês.
Comparações são uma merda quando estão falando de adultos, quando estão falando dos nossos filhos… cada criança tem um tempo, um ritmo. Se o seu filho/sobrinho/afilhado aos 3 meses já andava de bicicleta, isso é ótimo! Mas o meu está seguindo seu próprio ritmo e tudo bem!

5. Que princepezinho lindo! (quando é menina) ou Que boneca! (quando é menino)
Bebês são extremamente andróginos, então não tente adivinhar o sexo da criança pela roupa que ela está vestindo. Minha filha tem roupas verdes, amarelas, cinza, body de banda de rock…não é por isso que ela é um príncipe, ok? Eu não espero que você saiba que ela é menina, mas eu amaria que você tivesse a delicadeza de perguntar.

6. Só mama no peito? Mas por que você não dá um chazinho de erva-doce? É bom para a dor de barriga
Chá de erva doce é óóótimo. Mas minha filha tem 3 meses e por isso ela só mama no peito e assim continuará até completar 6 meses, que é quando a OMS recomenda a introdução alimentar. Ela não precisa de água/chá/suco. E eu não preciso do seu pitaco nessa questão.

7. Não pode ficar muito com bebê no colo, senão vai ficar mimado
Eu tenho UM BEBÊ de 3 meses. Ela precisa de amor, afeto e aconchego tanto quanto precisa de comida. Pode ter certeza que eu vou pegar no colo SIM e vou pegar muito. O tempo passa rápido, daqui a pouco ela está crescida e não vai querer mais colo e quem vai se sentir triste por não ter pegado o tanto que gostaria serei eu. Então vou aproveitar ao máximo essa fase. Se você não pega seus filhos, não os acalenta… que triste! Para você e para eles!

8. Está conseguindo perder o peso da gravidez?
Eu já me cobro horrores por estar acima do peso e eu tenho espelho em casa. Então pode ter certeza que eu sei que meu peso está longe do ideal. Não é você comentando isso que vai resolver meu problema. Seja discreto e deixe para falar mal da minha silhueta com o seu acompanhante depois que saírem da minha casa. #ficaadica

9. Você sabe que excesso de choro e cólica são por causa da ansiedade da mãe?
Ainda bem que você me disse, porque agora fiquei calminha!

10. Ela quer mamar de novo? Mas você acabou de dar!
E vou dar de novo quantas vezes ela quiser. Eu pratico a Livre Demanda e isso significa que minha bebê pode mamar o quanto quiser e quantas vezes quiser. A livre demanda ajuda a criança a ser menos ansiosa, ganhar mais peso e também a manter a produção de leite da mãe. Se você pratica amamentação “por horários”, problema seu. Deixe-me com meu Pingente de Mamilo. 😉

Anúncios
2

Mamãe, Bebê e o Celular: Uma História de Amor e Ódio!

Eu nunca gostei de falar em telefones, mesmo antes da Carolina nascer. Depois que ela nasceu, meu ódio aumentou a níveis estratosféricos. Cheguei à conclusão que ligar para a casa ou celular de uma recém-mãe é a maior sacanagem que você pode fazer. Sério. NÃO LIGUE. A não ser que ela seja sua inimiga, nesse caso você pode ligar, mas faça isso ciente de que está adicionando uma carga enorme de carma na sua conta, porque Deus está vendo.

Por que eu digo isso? Porque a vida da recém mãe gira em torno das sonecas do bebê e dos pequenos intervalos que existem entre elas. Quando o telefone toca, todo aquele esforço da pobre mãezinha que estava há 1 hora no processo da rotininha cujo ápice é o SONO do bebê, é interrompido e ele acorda berrando mais que vendedor de pamonha. Depois de desligar a ligação, o processo vai começar do zero enquanto sua raiva estará no um milhão.

Você quer falar com a recém-mãe? Mande email, SMS, telegrama, mensagem de facebook, pombo correio, sinal de fumaça, mensagem telepática…mas NÃO LIGUE. Assim você está dando a oportunidade dela te retornar quando o bebê estiver dormindo e ela estiver descansada e não caindo pelas tabelas de tentar manter a rotina de sono do bebê.

 

2

O hábito intestinal de uma mãe

Depois que o bebê nasce tudo fica um tiquinho mais difícil. Mentira, fica um tantão, mas eu não estou querendo apavorar as gestantes e aspirantes a mãe. rs

E uma das coisas complicadas é justamente… ir ao banheiro! Tudo que você queria era 10 minutos de paz e tranquilidade mas o neném parece que adivinha. É você entrar no banheiro e, se ele estava dormindo, acorda. Se estava acordado, dá um show e só quer a mamãe.

As opções são:

1. Você faz cocô em 1 minuto, ouvindo um choro sirene durante todo o processo.

2. Você faz cocô com tapa ouvidos, mas sai e seu bebê está roxo de tanto chorar.

3. Você não faz mais cocô. Pra que, não é mesmo? Coisa tão demodé e desagradável, por Deus!

4. Você passa a fazer cocô com o neném em um sling.

Escolhi a opção 4, não me julguem! 😛