8

Dormindo com os anjos: a temida hora de nanar

A Carolina, como todo bebê que se preze, dava um trabalho danado para dormir. Ou melhor, para não acordar pois ela até dormia mas o que ela mais fazia era acordar a noite toda.

A falta de sono crônica me deixou meio psicótica, meio alienada. Vivia num mundo paralelo onde as coisas não faziam muito sentido. Não sabia em que dia estava, quem era eu, quem tinha ganhado as últimas eleições. Só conseguia me lembrar, dolorosamente, há quantos minutos ela tinha dormido.

Comecei a comprar livros e a ler artigos e mais artigos sobre os métodos mais mirabolantes para fazer a bebéia dormir a noite toda. Li, li, li, conversei com pediatras…eles me diziam: “Você tem que acordá-la durante o dia! Ela está trocando o dia pela noite!” Mas ela dormia de dia tão profundamente, que para acordá-la só tirando a roupa e estávamos no inverno! Além disso, eu passava a noite acordada na Baby balada, então quando ela finalmente dormia, tudo o que eu NÃO queria era que acordasse.

Comecei a tentar fazer um mix das coisas que eu li e que não agrediam as minhas convicções de mãe (nada de Nana Nenê aqui nessa casa). E chegamos em uma rotina otimizada. Vou contar para vocês o que deu certo aqui em casa (e nem vou cobrar por isso, vejam só! rs).

Primeiro, eu li sobre a teoria do vulcão e percebi que realmente fazia sentido. Ela diz mais ou menos o seguinte: quando o bebê fica com sono, TEMOS que fazê-lo dormir. Coçou o olhinho, ficou com o olhar parado…nada de tentar manter acordado mais um pouquinho, tem que levar para a cama. Porque caso isso não seja feito, a criança vai ficando mais e mais irritada até que “explode” feito um vulcão e fica praticamente impossível adormecer. Ou seja, eu estava fazendo tudo errado! No meu afã de fazê-la destrocar noite e dia, eu tentava deixá-la acordada por horas seguidas e ela se irritava mais ainda. Bebês da idade dela não devem ficar mais de 2 horas seguidas acordados! Tem uma tabelinha de sono olhem só:

Idade e tempo médio que crianças aguentam acordadas e felizes entre sonecas

Recém nascido 1 – 2 horas
6 meses 2 – 3 horas
12 meses 3 – 4 horas
18 meses 4 – 6 horas
2 anos 5 – 7 horas
3 anos 6 – 8 horas
4 anos 6 – 12 horas

Segundo, eu colocava ela deitadona de barriga para cima e achava que ela ia dormir tranquila. Bebês muito novinhos tem muitos movimentos involuntários, reflexos como o de Moro (o bebê parece estar levando um susto) e acordam facilmente. Então um jeito legal de minimizar isso é apelar para a sabedoria do tempo da vovó e enrolar seu bebê num cueiro. Isso mesmo! Parece loucura, mas funciona. Só temos que tomar cuidado para enrolar direitinho sem forçar o quadril por causa do risco de displasia. Eu aprendi aqui ó.

Terceiro, eu a colocava em silêncio. E um barulhinho como o de água, relaxa o bebê e o faz lembrar do útero. Baixei um aplicativo do celular e colocava perto do berço, no início. Depois, coloquei um móbile maravilhoso que faz um barulhinho de mar.

Quarto, ela dormia no meu quarto. Qualquer barulho da gente virando na cama, meu marido roncando ou rangendo dentes ela acordava. Passamos ela para o bercinho do quarto dela. Com a babá eletrônica ligada a noite toda, claro!

Quinto, qualquer barulhinho que ela fazia, eu tirava do berço afobada. Mas muitas vezes o bebê chora, geme, ri, grunhe e não está acordado e nem vai acordar! A Carolina, por exemplo, tem um sono mega agitado! Ela mexe bracinhos, perninhas, cabeça, faz uns barulhos que parecem freada de caminhão! Mas não acorda. desde que eu não a tire do berço. Então passei a fazer como o pedestre que atravessa o trilho do trem: Paro, olho e escuto. Se ela só gemer, espero. Caso emende num choro, ok, tiro do berço e atendo.

Sexto, eu não tinha rotina! Cada dia ela dormia uma hora diferente e eu nunca seguia uma sequência de eventos. Passei a seguir sempre a mesma rotina, assim ela entendia que depois de tal sequencia, vinha o soninho. A minha rotina é: acorda cedo (6h), mama e brinca um pouco, soneca da manhã (1h de duração), mama, brinca mais um pouco, soneca do meio dia (3h de duração), mama, brinca, soneca da tarde (1,5h), mama, brinca, banho, mamá no escurinho do quarto, enrola no cueiro, barulhinho e berço.

Depois disso, nossa vida mudou! Num dia bom, ela dorme de 20h as 06:30. Teve um dia que deu 07 ela não tinha acordado, eu me desesperei e acordei ela. Mãe louca, né? hahahaha

Num dia padrão, ela dorme as 20h e vai até umas 04:30, 05h…

Num dia ruim, ela acorda umas 02:30h. O que ainda são 6h seguidas de sono!

O que eu percebo que faz ela variar nesses extremos é o dia que ela teve. Se foi um dia mega agitado, com muitas coisas/pessoas diferentes, ela fica superexcitada e dá uma cagada no padrão de sono. O que também acontece se ela não teve boas sonecas durante o dia.

Bom pessoal, é isso! Bons sonhos para vocês!

Anúncios