Minha vida virou uma rave

Minha filha é fofa, é linda, eu a amo e talz. Mas devo confessar que sinto como se não dormisse há dias. Exatamente 13.
Minha filha dorme durante o dia, mas acorda a cada 2/3h e fica no peito por 40 minutos. A matemática é fácil. Sobra bem pouco tempo para os pequenos luxos do dia-a-dia como comer ou fazer cocô. Claro que atividades como limpar a casa, cozinhar, pentear o cabelo ou qualquer uma que lembre remotamente o embelezamento não fazem parte da minha rotina de jeito algum.
Mas é à noite que o bicho pega e Carolzinha, já demonstrando suas tendências à boemia, desperta impreterivelmente às 2h da matina e, tal qual uma retirante da seca nordestina, se atraca com fúria nas tetas maternas e só solta as 8h. Nesse período tem um ou outro intervalo de 10 minutinhos para troca de fraldas. São momentos em que a “bebéia” solta o vozeirão em gritos e agudos que encheriam de inveja Janis Joplin. Não tenho dúvidas que pari uma futura estrela do rock.
O resumo da ópera é que sonho com o dia em que conseguirei dormir 5 horinhas seguidas. Não sou tão ousada de imaginar 8 ou 9 horas. Sou modesta. Cinco horinhas me fariam muito feliz.
Quem é mãe, conte-me: quando a gente consegue esse luxo novamente? Devo perder as esperanças?
Minhas unhas lascadas e meu cabelo de louca dos gatos andam assustando a vizinhança.
966725_10151497026303772_1115463152_o

Anúncios

Um comentário sobre “Minha vida virou uma rave

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s