4

Comprar não comprar comprar não comprar…Comprei.

Estava pensando em todas as coisas que nunca tinha ouvido falar antes de engravidar e que, de repente, as pessoas me diziam que eram FUN-DA-MEN-TAIS para a vida pós bebê.
Sim. Porque a nossa vida se divide em AB e PB: antes do bebê e pós bebê.
AB a sua casa é toda arrumadinha (ou o mais próximo disso que duas pessoas desorganizadas conseguem), a decoração ee combinandinha e talz.
PB a sua casa tem cadeirinhas coloridas, banheiras, fraldas de boca e chupetas por todo o lado.
Mas voltando ao objetivo do post. Fiquei pensando no que realmente valeu a pena comprar e o que não valeu e resolvi fazer uma listinha como dica para as amigas que estão no mesmo dilema que estive há alguns meses atrás. Quem muito me ajudou foi Monicake, aquela linda, que me deu as dicas mais valiosas que recebi na gravidez. Mas quem não tem Monicake como amiga, terá meu post. 😉

O que valeu a pena:
1. Garrafa térmica: eu achava que era bobagem, que não ia usar porque lencinhos umedecidos são mais práticos e talz. Mas, gente, lencinho umedecido além de caro, é gelado, cheio de química e não limpa tão bem como águinha morna e algodão. Além de você expor desnecessariamente a química (e aumentar a chance dele ter alergia), é uma puta sacanagem você meter um troço gelado naquela bundinha fofa no frio. Guarde os lencinhos para as saídas de casa.

2. Carrinho Infanti Perugia: eu estava toda apaixonada pelo PegPerego quando Monicake me salvou do elefante branco. Esse carrinho da Pegperego é lindo, mas é grande, pesado e caro. O Infanti é mais barato, também tem bebê conforto acoplado (que você usa no carro), é beeeem leve e menor. Cabe na mala de um celta é a melhor referência de tamanho 😉
carrinhobebe_perugiacontour

3. Banheira com suporte: eu não queria. Aqui em casa é pequeno, então pensei em comprar uma banheirinha daquelas simplizinhas e dar banho com a banheira na cama. Novamente Monicake me salvou. Ela me deu a dica e minha prima fofa Beatriz me deu o presente. TUDO o que pode facilitar a sua vida vale a pena e convenhamos que dar banho num bebê escorregadio, meio sentada de lado e com as costas tortas não é nada fácil. Adorei o presente e minhas costas e do maridón agradecem.
1367245732_506160854_1-Banheira-Ipanema-Burigotto-Peg-Perego-Usada-Pituba

4. Poltrona de amamentar: outra coisa que não queria. Não comprei. Contrariei os conselhos sábios de Maga Monicake. Mas me fodi arrependi. Quando a bebê estava com uma semana, baixei numa loja e implorei que me entregassem assim que possível. Descansa suas costas, te dá mais jeito para amamentar, que é uma atividade que nem você e nem o bebê estão acostumados, então qualquer ajuda é 10.

5. Almofada de amamentação: Idem ao item anterior.
1108_1

6. berço desmontável: saí da maternidade e comprei. Achava que não ia precisar que ia colocar Carol no quartinho dela já no primeiro dia. Ledo engano. Você olha aquele micro-ser e não tem coragem de fazer isso. Até porque fica mega cansativo levantar a noite inteira para amamentar, ver se está respirando e namorar a cria. rs
berco-portatil-03

7. Roupinhas tamanho RN: comprei poucas porque todo mundo dizia que usava pouco. E deve usar pouco quem tem bebês grandes, mas Carol nasceu com 2,725Kg e teve alta com 2,500Kg. Resultado: tive que comprar mais depois que levei pacotinho Carolina pra casa.

8. Porta Fraldas de pendurar: TEM QUE TER. Coisa mais prática da vida. Tenho dois: um que coloco fraldas e o outro que coloco os outros itens que usarei para as trocas e banhos como pomadas, sabonete líquido, escovinha de cabelo, termômetro de banheira. Como ficatudo penduradinho e à mão, facilita as trocas e ainda sobra espaço no trocador.
base_2imagens_post51

9. Termômetro de banheira: AMEI AMEI AMEI. Ganhei da minha tia Silvia e me ajudou demais. Esse negócio de testar no seu braço é muito falho. Assim não erro nunca e Carolzinha AMA tomar banho, já que ele sempre está na temperatura ideal.
lojas-de-bebe-2396

10. Sling: Carol ama ficar slingando. Muito mais que ficar no colo, porque acho que ela se acomoda melhor, fica ouvindo meu coração, sente meu calorzinho e ainda fica balançando pra lá e pra cá enquanto eu lavo roupa, arrumo a casa e penteio os cabelos. rs

papai slingando comigo

papai slingando comigo

11. Bouncer da Fisher Price: Comprei depois que ela nasceu e começou a ter dificuldades para dormir. Na verdade, foi no dia seguinte em que eu e meu marido tivemos que rodar Jundiaí de carro para que a pequena se acalmasse. Resolveu um bocado. Ela adora o balancinho, mas não curte muito a vibração. Então ainda bem que comprei a cadeirinha que balança também e não só a que vibra ou teria jogado dinheiro fora.
preco-de-seguranca-domestica-e-externa_fisher-price-cadeirinha-de-balanco-2-em-1-amiguinhos-do-zoo-w9495-_148246-3

12. Fraldinhas de boca: uso DEMAIS. A bebê baba, regurgita e você já saca aquela fraldinha sem medo e com alegria. Tem que ter.
fc4ib5elaa1rapy8v-FB-FO 20aa

Bom, meninas, é isso. No próximo post prometo falar sobre o que eu me arrependi de comprar.

Curtindo a doidado o banho morninho

Curtindo a doidado o banho morninho

Anúncios
1

Minha vida virou uma rave

Minha filha é fofa, é linda, eu a amo e talz. Mas devo confessar que sinto como se não dormisse há dias. Exatamente 13.
Minha filha dorme durante o dia, mas acorda a cada 2/3h e fica no peito por 40 minutos. A matemática é fácil. Sobra bem pouco tempo para os pequenos luxos do dia-a-dia como comer ou fazer cocô. Claro que atividades como limpar a casa, cozinhar, pentear o cabelo ou qualquer uma que lembre remotamente o embelezamento não fazem parte da minha rotina de jeito algum.
Mas é à noite que o bicho pega e Carolzinha, já demonstrando suas tendências à boemia, desperta impreterivelmente às 2h da matina e, tal qual uma retirante da seca nordestina, se atraca com fúria nas tetas maternas e só solta as 8h. Nesse período tem um ou outro intervalo de 10 minutinhos para troca de fraldas. São momentos em que a “bebéia” solta o vozeirão em gritos e agudos que encheriam de inveja Janis Joplin. Não tenho dúvidas que pari uma futura estrela do rock.
O resumo da ópera é que sonho com o dia em que conseguirei dormir 5 horinhas seguidas. Não sou tão ousada de imaginar 8 ou 9 horas. Sou modesta. Cinco horinhas me fariam muito feliz.
Quem é mãe, conte-me: quando a gente consegue esse luxo novamente? Devo perder as esperanças?
Minhas unhas lascadas e meu cabelo de louca dos gatos andam assustando a vizinhança.
966725_10151497026303772_1115463152_o